Mães Coragem

Mães coragem!

Como se ser mãe não fosse por si só já um ato de coragem! Vou resumir a minha coragem… Quando era miúda não queria ter filhos, não gostava muito de crianças, gostava mesmo era de animais…. qualquer um.

Mas um dia aceitei ter filhos. Fui sentindo aquele ser a crescer dentro de mim, falava com ele, ele sabia o que eu pensava e sentia.. era uma parte de mim habitando em mim própria.

Quando ela nasceu não conseguia deixar de olhar para aquele pequenino ser, sereno, frágil que estava no berço. E ali ficava eu horas a fio sentada em silêncio, olhar apaixonado, sorriso nos lábios, maravilhada e deslumbrada, contemplando o pequeno bebé no berço e em pleno estado de graça agradecia o milagre do nascimento de um ser. Enquanto isso o cabelo caia, e caia tanto que um dia de manhã ao olhar-me ao espelho apercebi-me que estava quase careca, afinal embora me sentisse a mulher mais bela do mundo, essa beleza era no coração, porque o meu corpo dava sinais de stress profundo tamanho era a responsabilidade de ter uma vida que dependia de mim.

E fui mãe de dois tesouros. Os anos passam e esses seres maravilhosos aprendem a gatinhar, andar, as primeiras letras, as primeiras asneiras, malandrices, descobrem paixões, e rejeições, que afinal o mundo tem dualidade, que têm de escolher, que têm de ser fortes.

Com eles fui aprendendo a ser mãe. Sim, porque ninguém está preparado para ser mãe, até podemos ter uma vaga ideia do desafio, e ler umas coisas….Conhecimento podemos ter, mas o saber ser…..aprendemos com eles.

Na natureza o mais forte fisicamente vence, na humanidade o mais preparado vence. E eu queria a todo o custo prepará-los…dar-lhes as melhores ferramentas para que se tornassem hábeis nos desafios que a vida teria para eles….. Desafios?! Bom, por muito fértil que a minha imaginação fosse, estava tão distante dos desafios que eles e eu iríamos enfrentar….. Na verdade ser mãe é um misto de dor profunda com uma alegria imensurável e a maior prova de abnegação.

E um dia vi o corpo do medo, personagem que desconhecia até então. Que leis são estas? Com que direito um jovem de 16 anos, que ainda nem tempo teve para sonhar, recebe uma sentença de morte? A vida, esse dado como certo que julgamos nosso….. Nesse dia desejei nunca ter nascido, assim teria evitado aquele sofrimento.

Mãe coragem é pegar nos 5% de sobrevivência que dão ao teu filho, inventar novas fórmulas estatísticas e converter os resultados em 100% de certezas.

Ser mãe coragem é manter a lucidez no meio do tornado da dor, engolir o choro, esconder o cansaço, rir do medo, reinventar alegrias, abençoar os dias e levar os outros a acreditar que é possível mudar o final da história.

Ser mãe coragem é crescer junto com os nossos filhos e a cada dia sermos maiores que os nossos medos. Quando eles tiverem 80 e 85 anos um pouco mais lentos e pele enrugada, e eu 110 anos olharei para eles e continuarei a achar que o trabalho está inacabado que ainda sou responsável por eles….e terei sempre a dúvida se não podia ter feito melhor.

A todas as mães. Coragem!

Ana Ferreira


9 thoughts on “Mães Coragem

      1. El blog esta en Ingles pero lo podes comentar en Portugues y yo te contesto en Castellano. No te pierdas la serie del dia sabado dedicada a la frustracion emocional de las mulheres.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s