Bolonhesa – faz de conta

Para contar esta história tenho de recuar ao ano de 2009 e enquadrar-vos no cenário.

Estava no 4º ano da faculdade, estávamos em março, as manhãs eram frias e as tardes quentes. O meu irmão estava internado há quase dois meses a recuperar de uma cirurgia que mudou a vida dele e a de todos nós. Dedicava-me ao estudo e ao horário de visitas do hospital. Pelo meio, tinha um grupo de amigas maravilhoso e aproveitávamos todas as oportunidades para nos divertirmos. Foi numa dessas oportunidades que rumamos a Óbidos, na carrinha da C que tinha virado uma espécie de refugio (foram inúmeras as vezes que aquela carrinha parou em frente ao tejo, com quatro miúdas a estudar, a rir, a desabafar). Decorria o festival do chocolate e nesse dia comemos até nos enjoarmos. Ficamos a dormir em casa da C. e conhecemos os seus irmãos fantásticos. E foi nesse momento que surgiu a receita. Eu já era vegetariana e decidimos que o jantar ia ser feito por mim, até aqui tudo bem, o pior seria convencer os miúdos a comerem. Então quando os chamamos para a mesa dissemos apenas que era bolonhesa, eles comeram e gostaram!

Há sensação mais reconfortante do que partilhar uma refeição com pessoas que nos são querida? Trago estes dias de partilha no meu coração e memória!

 

Ingredientes:

1 Courgette grande

2 cenouras

1 cebolas

3 dentes de alho

2 folhas de louro

4 tomates

esparquete

natas

queijo parmesão

oregãos

azeite

pimenta preta

sal

Preparação:

Num tacho colocar a cebola e o alho picados, juntamente com o louro, regar com azeite e refogar até a cebola ficar transparente. Colocar o tomate cortado aos cubos pequenos, tapar e deixar o tomate cozinhar até ficar desfeito.

Triture a courgette e a cenoura o mais pequeno possível. Passe o tomate até ficar em molho e em seguida adicione a courgette e a cenoura trituradas. Tape e deixe cozinhar lentamente, tempere com sal e pimenta preta a gosto. Num outro tacho comece a cozinhar o esparguete (experimentem as alternativas ao esparguete de trigo, gosto muito do de quinoa).

Quando o cenoura e a courgette já estiverem cozinhadas, adicione as natas.

Depois é só servir o esparguete, colocar a “bolonhesa” por cima e acrescentar o parmesão ralado e os oregãos.

Bom apetite!

Abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s