Sopa de tomate – as mães e as três fases da sopa

Acompanhem-me neste raciocínio e vejam lá se não se revêm nesta situação.

A história da sopa tem essencialmente três fases.

A primeira fase “MÃE, não quero sopa”

Enquanto somos pequeninos, rejeitamos a sopa, não gostamos, fazemos caretas, empurramos o prato para longe, viramos a cara, cuspimos na cara, abanamos a cabeça num convicto não. Vale tudo para não comer sopa.

A segunda fase “MÃE, ensina-me a fazer sopa” 

Quando começamos a dar os primeiros passos rumo à autonomia, já reconhecemos que gostamos de sopa, que a sopa é um excelente prato para a preguiça de cozinhar, já admitimos o seu valor nutricional, já aprendemos a gostar de couves e de feijão. Vamos sorrateiramente até à cozinha, encostamos a barriga à bancada de pedra, espreitamos por cima do ombro da mãe e dizemos assim: então como é que fazes? que ingredientes pões?

A terceira fase: “FILHO, leva sopa”

Já temos a nossa casa, fazemos a sopa, pomos os mesmos ingredientes, seguimos passo a passo, mas não fica igual, não sabe ao mesmo. Sábado ou domingo rumamos a casa da mãe para sentir os sabores dos seus cozinhados e viajar no tempo, é o conforto de nos sentirmos em casa só pelo palato. Ao ir embora o clássico fenómeno da peregrinação das caixinhas,

– Toma esta que me emprestaste da outra vez.

– Ah boa, vou pôr aqui o restinho da sopa para levares e comeres durante a semana.

E o ciclo repete-se de sopa em sopa, de geração em geração.

Deixo-vos a receita de sopa de tomate que a minha mãe faz, que agora também faço e que um dia porei numa caixinha para os meus filhos levarem.

Sopa de tomate à alentejana

1 cebola

2 dentes de alho

2 folhas de louro

7 tomates maduros

2 batatas médias

Ovos (1 por pessoa)

Água

Pão alentejano

Azeite

Pimenta preta

Sal

Faça um refogado com o alho e cebolas picados, junte o louro. Escalde os tomates numa taça com água a ferver, durante 1 a 2 minutos e depois retire a pele.

Pique os tomates aos cubos e junte ao refogado, coloque água suficiente para cobrir os tomates e deixe cozinhar durante uns 15 minutos. Adicione as batatas cortadas aos cubos pequenos e deixe cozinhar. Tempere com sal e pimenta a gosto. Depois das batatas estarem cozidas, adicione os ovos. Parta um a um e adicione ao preparado, deixe cozinhar durante 6 minutos.

Corte uma fatias de pão alentejano, coloque na base de um prato fundo e adicione a sopa por cima do pão, pode colocar ainda umas folhas de hortelã fresca.

E vocês? Qual é a vossa sopa preferida que a mamã faz?

Abraço

Raquel Santos


3 thoughts on “Sopa de tomate – as mães e as três fases da sopa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s