Aceitamos o amor que pensamos merecer

Há uma música que me faz sempre pensar neste tema do que para nós significa amar e ser amado.

Fathers be good to your daughters
Daughters will love like you do
Girls become lovers who turn into mothers
So mothers be good to your daughters too 

(John Mayer – Daughters)

Estava o caso encerrado só com este refrão, pais por favor sejam bons para as vossas filhas, porque as vossas filhas vão amar da mesma forma que foram amadas por vocês. As filhas, vão tornar-se mães, por isso mães sejam igualmente boas paras as vossas filhas. Simples assim, repetimos padrões, amamos da mesma forma que fomos amados. Mais do que isso, vamos procurar relações onde esse padrão de amor se repita, para que sejamos amados da forma que pensamos merecer amor.

Se as relações com os nossos cuidadores forem saudáveis, respeitosas, seguras vamos ser capazes de estabelecer relações igualmente saudáveis, respeitosas e seguras. Se forem disfuncionais, inseguras, agressivas vamos procurar repetir o padrão, afinal aprendemos que aquilo é que era o amor.

Por isso pais, mães, cuidadores amem, cuidem da forma mais positiva que conseguirem, procurem dentro de vocês o amor mais profundo, livre de condicionamentos antigos, amem essas crianças de tal forma que no futuro elas só procurem relações onde são respeitadas, amadas por serem exatamente quem são.

Abraço

Raquel Santos


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s