À tua imagem ou à imagem que queres que tenham de ti?

Sabes essa sensação de perfeição e beleza que achas que encontraste? É falsa, porque não é tua, criaste na esperança que fosse ao encontro daquilo que esperam de ti. Mas tu acreditas que essa imagem sobre ti é a verdadeira. Pensas que é produto interno bruto, mas é na verdade produto externo polido.

Não te julgo. Criei muitos desses produtos na minha cabeça, era tão bons, tão bonitos, tão perfeitos. Se tu visses os produtos que criei, tu ias acreditar que eram mesmo verdadeiros, que eram mesmo meus, fruto da minha essência.

Tornei-me um produto meu e o que isso me desgastava, me consumia. Consumi-me de forma tão “geneticamente alterada” que me tornei intolerante…a mim própria. A ponto de me deixar de consumir.

Tirei-me da embalagem, deitei fora os rótulos. Estava cheia de conservantes, cheia de açúcar e com tão pouco sal…

Hoje sou produto natural, numa espécie de mercado biológico. Não me importa quem me tolera! Eu consigo fazê-lo e isso é satisfação q.b

Abraço

Raquel Santos


4 thoughts on “À tua imagem ou à imagem que queres que tenham de ti?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s