Só precisamos de provar que não temos nada a provar!

Tropecei nesta música, na versão interpretada pela Maria Gadú, na semana passada quando estava a fazer a minha caminhada matinal. Fiquei presa neste verso e tive de voltar para trás para o ouvir mais umas duas vezes. Quando digo que fiquei presa, quero dizer que a pele se arrepiou, que os olhos se encheram de lágrimas, o coração contraiu-se e senti: é isso mesmo!


“Quantas chances desperdicei

Quando o que eu mais queria

Era provar para todo o mundo

Que eu não precisava provar nada para ninguém”


Como sabia que ia querer escrever sobre isto, fui ver o nome da música. Descobri que se chama: quase sem querer! Coincidências ou nem por isso, afinal atraímos aquilo em que vibramos!

Posso dizer-vos que viver para provar algo a alguém ou a nós próprios, pode ser a sentença de morte para a felicidade. Viver apegado à ideia de que necessitamos da aprovação ou do reconhecimento do outro, leva-nos na maioria das vezes a afastarmo-nos do que somos para que comecemos a viver colados à imagem do que os outros esperam de nós. “Se eu for mais extrovertido gostem mais de mim”, “se eu não der a minha opinião talvez me convidem para assumir um cargo superior”, “se eu fingir que gosto de fazer ski talvez possa pertencer aquele grupo”, “se eu abdicar do que goste, talvez esta pessoa reconheça o esforço que fiz por ela” e por aí a diante.

A felicidade está no lado oposto, permitirmo-nos ser exactamente o que somos, vai fazer que com que quem esteja por perto goste realmente de nós, em vez do que gostaria que fossemos.

Querer ser outra pessoa é como colocar um software incompatível com o hardware.

Por isso fiquem atentos, sigam o vosso coração, dêem a vossa opinião, sejam honestos e acima de tudo felizes.

 

 


3 thoughts on “Só precisamos de provar que não temos nada a provar!

  1. Que bacana, você ouve música brasileira! E, olha, que esta é de muito bom gosto. Quanto a provar para todo mundo que que não temos que provar nada para ninguém. Bem, a prova não prova nada, mas, mesmo a sociedade, exige-a, pelo menos, por aqui, no Brasil. Abraço e parabéns pelo gosto musical.

    Liked by 2 people

    1. Caetano Veloso é uma das minhas maiores influências musicais. É verdade a sociedade exige isso. todos somos sociedade, se cada um for percebendo que é melhor não provar nada e ser ele próprio, vamos construindo uma sociedade melhor! Abraço e obrigada pelas suas reflexões.

      Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s