Medo de falhar – oportunidade para avançar.

Eu falho,

Tu falhas,

Nós falhamos,

Todos falham!

Apesar de sabermos isto, vivemos com medo de falhar. O medo de falhar impede-nos de tentar. Por isso começamos a alimentar a crença de que não somos capazes, sem sequer termos tentado.  Alimentamos a autossabotagem para reforçar a crença de que não somos capazes. Se nos mantivermos na zona de conforto evitamos o falhanço. O medo é fundamental, é uma das nossas emoções básicas, podem ler mais sobre a sua importância no post “como fazer do medo um aliado”. Não vale a pena fingir que não existe medo, o que precisamos de trabalhar é a forma como lidamos com ele. Foram várias as vossas sugestões e perguntas que me fizerem no instagram, agrupei-as assim:

Origem do medo

Quando o medo de falhar é paralisador, precisamos de o analisar com detalhe.  Pode ter sido uma situação que no passado provocou embaraço ou humilhação, a necessidade de estar no controlo das situações, características perfeccionistas, pode estar associado ao medo da rejeição. Cada pessoa terá uma razão para que o medo de falhar seja paralisador. Por isso, é importante recorrer a psicólogo ou psicoterapeuta para se descobrir melhor a origem.

A perfeição é uma ilusão

Alguém nos vendeu a ideia do que era a perfeição.  Queremos sempre mais e melhor, exigimos ao outro sempre mais e melhor.  Pensamos que se formos perfeitos, seremos mais aceites, mais amados. Vivemos uma vida atrás de algo que não existe. Inventámos essa ilusão, e enquanto vos escrevo lembrei-me desta cena do filme Instinto. Comece por aceitar aquilo que não consegue controlar.

A evolução é feita de erros

A vida não tem manual de instruções. Vamos aprendendo todos os dias até ao nosso último suspiro. Todos os processos de aprendizagem têm erros e falhas. A melhor forma de encarar estes erros é vê-los como aprendizagens, como oportunidade de melhorar. Arrisque. Comece por cometer erros “inofensivos”. A coragem para o fazer vai reforçar a sua segurança e auto-estima.  Celebre sempre as suas aprendizagens e as suas conquistas.

Auto-diálogo positivo

Não se julgue, não se culpe, não se deite abaixo. Aceite que é natural sentir medo.  Procure perceber que pensamentos automáticos e negativos surgem. Questione a validade desses pensamentos. Construa um diálogo positivo sobre si próprio. Foque-se nas suas qualidades.

Desenvolva competências

O medo de falhar, tem o lado positivo, ajuda-nos a preparamos melhor o que vamos fazer. Procure um profissional (coach/mentor) que o ajude a desenvolver recursos nas áreas da comunicação, liderança, motivação, gestão de tempo. Predisponha-se a aprender algo novo todos os dias, o conhecimento faz-nos sentir mais seguros. Leia, ouça podcasts, veja Ted Talks. Continue sempre a aprender.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s